e o lúdico dramatiza



há momentos em que provoco as funções de poeta.
deixamos o papel (eu e as letras moventes)
para um embate com a retórica, dona da ação

e o lúdico dramatiza, ignorando a força do hábito

nada fascina mais do que ver crescer a voz
de uma palavra que ganha forma, sem alinhamento

: remexer mundos tiranos conduz a novos caminhos.



sonia regina

12.4.09

2 comentários:

Isabel Furini disse...

Muito belo esse poema. No existe trilhas para o caminho do poeta. E você tem um estilo muito singular. Parabéns!..

sonia regina [soreg] disse...

Sim, não existem trilhas mas os nossos caminhos se cruzam.
Muito obrigada, poeta, pelo que diz.

bjs